sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Caetité, cadê você?


Caetité é notícia internacional hoje. O Grennpeace analisou a água dos poços do entorno da mina de urânio, explorada pela estatal INB, e afirma que os moradores estão consumindo água contaminada. Fui ao UOL, de lá aos sites do Greenpeace e da BBC. No site da INB, silêncio, mas fico sabendo que em junho/2001 o País registra a sexta maior reserva geológica de urânio do mundo. Com cerca de 309.000t de U3O8 nos Estados da Bahia, Ceará, Paraná e Minas Gerais, entre outras ocorrências. Ou seja, a gente vai ter que aprender a conviver com o problema.
Mas o que senti falta mesmo foi de um blog em Caetité que nos pudesse dar uma cor local à notícia. Vou provocar minha amiga Christiana Fausto para ver se ela, que anda às voltas com as cantigas de infância da cidade, dá um toque localç ao assunto, mesmo morando em Salvador.

2 comentários:

cacos meus botoes disse...

Marcus, meu querido!
Por favor não me provoque, não nesse momento. Não teria o que acrescentar ao que já foi veiculado na imprensa, além de lamentar profundamente o episódio e esperar que nossas autoridades (?) tomem alguma providência séria a respeito, cobrando da INB cuidados redobrados no manuseio do urânio, para que a população não venha a pagar o pato mais uma vez. Abraço, c.

Nilson disse...

Dizem que o povo de Caetité, por conta disso, é radioativo!!!